Utramig ganha prêmio nacional de inovação social



Programa Mulheres Mil, executado pela Diretoria de Qualificação e Extensão, foi selecionado como uma das quatro melhores iniciativas do país e será apresentado durante o Fórum de Inovação Social no Setor Público (FIS), marcado para o dia 22 deste mês, em São Paulo, durante a III Connected Smart Cities.

As Especialistas em Políticas Públicas e Gestão Governamental – EPPGGs Patrícia Braga Soares Silva e Ana Carolina Utsch Corrêa, da diretoria de Qualificação e Extensão da Utramig, e a diretora Vera Victer vão apresentar no III Connected Smart Cities, em junho próximo, em São Paulo, a experiência de sucesso do Programa Mulheres Mil, que integra geração de renda e política para mulheres vulneráveis e foi implantado em vários municípios mineiros pela Fundação de Educação para o Trabalho. O Programa consiste de cursos de qualificação dirigidos a esse público, que neste ano atingiu a marca de 600 vagas ofertadas exclusivamente para mulheres vulneráveis.

O Programa foi escolhido como um case de inovação que contribui para o aprimoramento da implementação de políticas públicas ofertadas aos cidadãos com impacto direto comprovado em áreas estratégicas como educação, saúde, ambiente, habitação, inclusão social, empregabilidade, empreendedorismo e geração de renda.

O Fórum de Inovação Social (FIS) tem o objetivo de dar visibilidade a iniciativas inovadoras desenvolvidas no setor público. Promovido pela PonteAponte Empreendedorismo Social e pela Sator Eventos, une poder público, empresas, universidades e sociedade civil para um debate acerca das soluções mais prementes aos desafios do Brasil de hoje. A PonteAponte é especializada em ativar projetos inovadores com alto impacto social, de forma intersetorial, com o objetivo de contribuir para a ampliação do impacto e de como tornar possível a replicação do sucesso das iniciativas em outras localidades.

III Connected Smart Cities é um dos maiores eventos de cidades inteligentes do país e será realizado nos próximos dias 21 e 22, na capital paulista. O encontro une empresas de serviços e tecnologia de ponta, especialistas, prefeituras e pessoas engajadas com a otimização das cidades do Brasil, buscando inspiração em soluções implantadas nas mais inteligentes cidades do mundo e trazendo novas ideias.

O Programa Mulheres Mil é uma modalidade do Pronatec, executada pela Utramig, e tem por objetivo possibilitar o acesso, com exclusividade, de mulheres historicamente em situação de pobreza e vulnerabilidade à educação profissional e tecnológica. O perfil do público atendido começa a partir de 16 anos com as seguintes vulnerabilidades: pobres, vítimas de violência, chefes de família e com baixa escolaridade.

 

Os cursos têm carga horária que varia entre 160 e 220 horas e todos contam com um módulo específico, no qual se ensina a técnica laboral, bem como um módulo voltado para o debate de gênero, com temas que incluem saúde da mulher, direitos da mulher, empreendedorismo, cooperativismo e economia solidária.